Como pintar portas

Em uma obra que prioriza a qualidade e o bom acabamento, como a obra da nossa casa, devemos tomar muitos cuidados. Um item importante é a pintura das portas que exige paciência visto que precisamos proteger as ferragens para a tinta não manchá-las e evitar que a própria tinta obstrua as fechaduras, além do cuidado para a porta não ficar marcada com a tinta que eventualmente escorreu.

Primeiro passo: devemos sim desmontar a porta para garantir que a tinta não irá escorrer e a pintura será uniforme. Pinte a porta deitada na horizontal apoioada sobre cavaletes.

Segundo passo: proteja com uma lona a área da porta e a área onde você vai montar os cavaletes. Caso não for possível retirar também as guarnições da porta (os quadros de madeira ao redor) você também deverá protegê-los.

Terceiro passo: desparafuse as ferragens e retire tudo o que der para desmontar como os espelhos da maçaneta, os trincos e as dobradiças. Proteja com fita crepe o miolo da fechadura e todo o resto que você não conseguiu desmontar. Tome cuidado para não perder as peças! Guarde a ordem das peças para você poder montá-las sem dificuldades depois. Também passe a fita crepe na parede ao redor dos batentes ou das guarnições.

Quarto passo: Lixe a porta, corrija imperfeições e limpe. Retire o esmalte brilhante anterior com a lixa e, se o esmalte da pintura anterior era fosco, lixe só um pouco para preparar a superfície para a próxima pintura. Use massa para madeira para corrigir imperfeições e lixe novamente os locais onde você a aplicou. Limpe com um pano úmido para retirar toda a poeira e deixe secar.

Quinto passo: Para pintar você deve seguir as instruções da tinta, algumas requisitam diluições com água e a proporção entre a tinta e água difere conforme a marca. A orientação da marca da tinta sobre o número de demãos (ou camadas) de tintas que se deve aplicar também deve ser seguida. Não esqueça de pintar os batentes e as guarnições, use pincel tipo trincha.

Sexto passo: Após a pintura da porta secar completamente, vire a porta e pinte o outro lado. A tinta deve estar seca, caso contrário, os cavaletes de apoio marcarão a pintura.

Sétimo e último passo: monte novamente as ferragens, aproveite para retirar as ferrugens e passar um óleo para a completa renovação da sua porta.

Minha dica é usar tintas esmaltes acrílicas – prefiro a tinta fosca do que a brilhante, mas é questão de gosto. E, como podemos ver nas fotos, ao escolher tons fortes você poderá contrastar as cores com as paredes brancas da sua casa. Em muitos vilarejos ou cidades antigas eram comuns portas de cor azul, provavelmente porque o azul é cor da proteção em muitas crenças (lembra-se do filme “Um lugar chamado Nothing Hill”?).

Trabalhoso, mas gratificante. Eu sei que retirar a porta dá muito trabalho, mas é o meu jeito de te garantir uma pintura unificada – e o que se faz em obras de construções sofisticadas. Espero que você também tenha gostado das dicas sobre as cores fortes. Para escolher as cores leia também: Como escolher as cores para decorar e Energia das cores.

Você já é de casa

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s